Archive for agosto \28\UTC 2008

h1

Stand-up

28 agosto, 2008

A partir da sexta (dia 05/09/2008), começarei a fazer stand-up no Clube da comédia. Com o nome “Idéias levianas de pernas abertas”, os textos serão 80% sobre mulheres e as nossas doidices cotidianas.

O resto é o que sobra do blog e das minhas leviandades.

Aqui estão duas artes que eu fiz. E o release do show.

Anne Fonseca é redatora publicitária, blogueira, humorista e causadora de problemas.

O mal-humor costumeiro deixou de ser fonte de terapia quando descobriu que as pessoas aceitam xingamentos desde que sejam ditos com um sorriso no rosto. Dona de textos vulgares e inteligentes, ela faz stand-up pra reclamar de tudo e mandar a galera se fuder tranquila antes que o seu marido tampe os ouvidos.

Toda sexta, no Clube da Piada.

Cliquem e vejam grandes.

h1

Os favoritos

27 agosto, 2008

Ok. Tou muito a fim de fazer um post sobre meus favoritados mentira, tou é sem a mínima vontade de escrever algo que preste.

Blogs are my life. Sem isso não teria graça tuuuuuudo isto aqui </by J Kylie>.

São eles as minhas fontes de diversão e de informação.

Graças! Porque né? se eu dependesse da globo.com salada de frutas no paparazzo ou da folhaonline internet é cupido ideal para pessoas acima de 45 anos, tava ferrada.

Vamos às medalhas de Ouro, prata e bronze (ah, sem choros, por favor):

_______________________________Passeios diários

Ouro – TDUD? – escrito divinamente por 3 pessoas bem-humoradas. Todas as sub-celebridades só são alvo da minha atenção se estiverem no Te Dou Um Dado?. É incrível como as coisas mais desinteressantes do mundo ficam de um jeito que parece spoiler dos meus filmes preferidos. Love! Polly, Didi e Lele.

Prata – Blog do Tas – o blog do meu ídolo e careca Marcelo Tas. Notícias, opiniões, CQC. Tudo o que passa pela cabecinha do careca mais picote do Brasil que me desculpem o Peçanha e o Scandurra está por lá. Tremidinhas sempre que leio.

Bronze – Blog do Galhardo – Caco Galhardo toma conta do meu 3º mais acessado blog porque transpira bom humor em tudo. Adoro o Julio e a Gina. Adoro o Fogo no rádio. E a dica sobre Imre Kertesz mudou a minha vida.

_______________________________Passeios de 2 em 2 dias

Ouro – Blog do Rafinha – Rafinha Bastos até quando não quer, é engraçado. Como já há algum tempo que ando apaixonada por stand-up, sempre passo por lá pra saber o que ele anda aprontando.

Prata – Pérolas com cuspe – Experiências um tanto bizarras quando o assunto é sexo. Homem falando de buceta. Sempre é bom dar uma olhada.

Bronze – O mundo maravilhoso de Adão Iturrusgarai – Meu quadrinista preferido. Um pusta cara, com um pusta texto e um pusta caralho. PICOTÁÁÁÁÁSSO. Queria já. Mas não posso. Então leio sempre.

_______________________________Passeios uma vez na semana (pelo menos)

Ouro – Bruno Mazzeo – Um dos melhores comediantes do mundo. Suuuuper-amo. Vascaíno. O único não-vulgar que gosto. Textos deliciosos sobre muitas coisas que acontecem na vida.

Prata – Vida Besta – Tirinhas diárias. Mas que são tão divertidas que devem ser lidas assim 5 de uma vez.

Bronze – Blog dos Malvados – Mais quadrinhos. Mais malvados. Pode me bater na cara e chamar de minha puta. Adoro o Dahmer.

_______________________________Novos queridinhos da América

Ouro – The Dark side of the toon – Muito inteligente. Muito bobo. Adorei a combinação. Sob medida para quadrinhos.

Prata – Casinha do Bob – A vida de um casal comum e apaixonado que está entrando no mundo do ménage a trois. Chega a ser fofo. E uma delícia também.

Bronze – Blog do Antonio Prata – Blog que demora a ser atualizado. Mas AAAAAAAMO o Antonio Prata, como já disse antes. Então visito como quem não quer nada e esqueço da voz dele.

As medalhas estão nos peitos. Uúúúúú </by Marco Luque>.

Só tenho a agradecer.

Sem eles a internet ia ser só Youtube, Gmail e wikipedia.

Anne Fonseca

h1

Bye Madonna. Hello Mandona.

26 agosto, 2008

Ai… chego a uns dias em que simplesmente, agradeço ser mal-humorada.

adoooooooro.

Passou a fase Madonna, chegou a fase Mandona.

h1

Se joga, beeeeee!

26 agosto, 2008

Tipos, hoje eu tou muito bee!

Tudo por causa de trabalho. Tipos, cliente que eu tenho que criar campanha “luxo+beee+trava”.

Tou na minha fase Madonna, confessions on a dance floor! (oi? eu sei que é o disco passado, but we love it too!)

Fazendo minha viagem diária pelos blogs, li uma fantástica dupla conversando no blog da Polly.

Só pra vocês sacarem as últimas palavras ditas:

“Lele
cara, é que eu SUPER acho que meu, Deus vai prover, sabe
só que hoje eu me fodi
tude*
cara eu tenho 3 cartoes justamente pra nao correr o risco saca, tipo modess com tripla absorção mais abas. MEU sério, daí q se um nao passa, outro passa, agora se os tres nao passarem, oi? vc é pobre, beijos. fila do bolsa-familia é do outro lado.”
baaa, somos lisas bee! Pobres, mas limpinhas. Uni-vos.

h1

Paris for president!

25 agosto, 2008

Ai que eu agora já adoro a Paris Hilton.

Se antes, eu jamais compreendi porque as pessoas pegavam no pé da patricinha, agora eu nem aceito.

A mulher tem grana pra caralho, cú e buceta, deixa ela em paz!

Now, for president: Paris Hilton!

Explicando: John McCain lançou um agressivo VT contra Barack Obama. Dizia que Obama é como Britney Spears e Paris Hilton.

Paris Hilton deu o troco em John McCain. Se juntou ao site Funny or Die e fez um VT tal como o do Maccain.
Adoro gente com bom humor. ADORO!

Maccain

h1

Prefiro ter um filho VIADO do que um filho caixa da Yamada!

22 agosto, 2008

Lembrei hoje do grande Marcelo Mansfield quando fui comprar um refrigerante na Yamada durante o almoço.
Eu fiquei PUTA!

Situação: Peguei o refrigerante na geladeira da Yamada. Puta! Tava quente. Porque eles colocam aquela porra de geladeira se os refrigerantes ficam quentes lá dentro? Sempre. Em qualquer hora do dia, sempre os refrigerantes ficam quentes ali dentro. É uma enganação total! Você olha os refrigerantes fora da geladeira e pensa: tou com sede, não vai dar pra beber agora. Aí você vê as geladeiras, e os refrigerantes lá dentro. Você pensa que é um oásis e a porra não passa de uma miragem!
Mas enfim, eu fui levando o refrigerante pro caixa e entreguei dez reais pra caixa. Que nem bom dia me deu. Não sei se por falta de educação ou porque estava naquele horário que você não sabe se diz “bom dia” ou “boa tarde”. Logo eu descobri que era por falta de educação mesmo.
Caixa: Você não tem R$5,00?
Anne: Não.
Caixa (com aquele tom de “não fez a lição? não tem sobremesa”): Ah. Então você vai TER que esperar pelo seu troco.
Anne (com aquela voz de “Do you know who I am?”): Como é que é? Eu VOU TER que esperar o meu troco? Que tipo de caixa não tem troco pra dez reais? Como assim eu VOU TER que esperar? Você não sabe dizer: eu estou sem troco, a senhora pode esperar um pouco?

Depois de dar o sermão na caixa, que me olhava como se eu tivesse com herpes por todo o rosto, eu olhei pra trás esperando uma expressão de apoio da pessoa depois de mim. Nada! O cara me olhou como se eu fosse um travesti histérico brigando com o meu macho.
Fiquei puta!
Anne: Olha aqui, se tu gosta de ser maltratado, traz o chicotinho que eu te bato. Mas eu não!

Peguei o troco e saí bufando do supermercado.

Como diz o fantástico Mansfield:
Prefiro ter um filho VIADO do que um filho caixa da Yamada.

h1

Cinemas 1, 2 e 3. O velório.

22 agosto, 2008

Ontem morreram os Cinemas 1, 2 e 3.

Circuito Severiano Ribeiro antes de ser Moviecom.
(a maior diversão)

Não consegui achar uma foto de ingressos que eu tenha ido lá assistir.
Mas encontrei de outro finado. o Olímpia.

Foi estranho ir hoje lá na frente e ver tudo fechado e os letreiros vazios.

Foi como ver um amigo no velório dele.
Tá lá o corpo, você se emociona, é a última vez que você vai vê-lo, mas não dá nem pra dar um abraço.
Porque ele não está mais lá.

Perdi esses amigos hoje.
Me lembrei dos muitos namorados que não puderam me agarrar dentro do cinema porque eu queria assistir o filme.

Lembrei dos encontros com os amigos na frente do cinema e das filas de espera. Você sempre encontrava mais gente conhecida ou fazia novos amigos.

E as pipocas compradas lá fora? Os bombonzeiros…

Eram os únicos cinemas que eu ia com o meu atual marido. Quando ainda éramos namorados e nos encontrávamos depois do trabalho.

Foi lá que eu, pela única vez, matei aula no colégio pra assistir “Todo mundo em pânico”.

Quantas vezes fui sozinha e eles estavam lá pra me fazer companhia com filmes bons e ruins? Muitas.


Foi bom ter vocês nestes anos, cinemas. Foi muito bom.

Obrigado e descansem em paz.

P.s.: Hoje, enquanto eu estava lá, tinha uma revoada de urubus em cima dos cinemas.